Páginas

domingo, 30 de setembro de 2018

Miguel e FBC mobilizam prefeitos e lideranças do Sertão para intensificar campanha de Armando

Prefeitos, ex-prefeitos e vereadores de cerca de 40 municípios do Sertão se encontraram em Petrolina, nesta sexta (28), para intensificar o ritmo da campanha eleitoral em torno dos candidatos a governador Armando Monteiro, e ao Senado, Mendonça Filho e Bruno Araújo. O grupo foi mobilizado pelo prefeito Miguel Coelho e o senador Fernando Bezerra, que articulam o bloco de oposição na região sertaneja de Pernambuco.
Durante a reunião, as lideranças políticas firmaram o compromisso de aumentar o volume de eventos, caminhadas e comícios no Sertão nos últimos dias da campanha. A estratégia, com isso, é buscar votos dos indecisos na reta final e ampliar a força de Armando Monteiro na região, que tem crescido nas últimas pesquisas. “O povo sertanejo está demonstrando a rejeição ao atual governo. A gente já sabe que, no Sertão, nosso bloco lidera as intenções de voto. Agora, precisamos aumentar a campanha porta a porta para ampliar essa liderança de Armando e quem sabe surpreender vencendo já no primeiro turno”, afirmou Miguel Coelho durante o encontro.
Já o senador Fernando Bezerra lembrou que o cenário deste ano se assemelha às eleições de 2006, quando o Sertão foi decisivo para uma virada na votação para governador. “Naquela oportunidade, foi a primeira vez que um candidato da oposição ganhou no Sertão. Dessa vez, será Armando que vai arrancar nessa fase final. Eu tenho certeza que o povo quer mudar o que está aí e o Sertão vai liderar essa mudança que todos os pernambucanos desejam”, garantiu o senador.
Além de representantes da oposição, o encontro teve participação de lideranças políticas dissidentes do grupo de Paulo Câmara, como o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), e o ex-prefeito de Lagoa Grande, Dhoni Amorim. O gestor 'serraratalhadense' criticou o atual governo e reforçou o discurso de confiança na mudança com Armando Monteiro. “Estão usando o nome de Lula para salvar esse governo que tem sido um desastre. Pernambuco vive um dos piores momentos de sua história, nós não temos governador. Como Miguel nos conclamou, temos uma responsabilidade de, até o dia 7 de outubro, liderar nossas cidades para eleger Armando Monteiro”, reforçou o petista.

Por Edmar Lyra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Bruno Araújo: “O PSDB reprimido é de centro-direita”

O deputado federal Bruno Araújo, um dos primeiros signatários do movimento “Muda PSDB”, defende que o partido faça uma “flexão um pouco m...

Matérias mais vistas