Páginas

terça-feira, 6 de setembro de 2022

Denúncias de campanha eleitoral irregular mais que triplicam em dez dias em Pernambuco, diz TRE

 Segundo Tribunal Regional Eleitoral, maioria das denúncias é do Recife e de cidades da Região Metropolitana. Até o domingo (4), no estado, tinham sido registrados 883 casos.



Aplicativo Pardal, do TSE, ajuda eleitores a denunciar crimes eleitorais em todo o Brasil — Foto: Laura Machado/g1

Mais que triplicou o número de denúncias de irregularidades em campanhas eleitorais, em dez dias, em Pernambuco. No dia 25 de agosto, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), eram 256 registros. No domingo (4), já tinham sido registrados 883 casos, por meio do aplicativo Pardal, disponível em celulares do tipo smartphone.

O aumento registrado nos dez dias é equivalente a 244,9%. O número de denúncias, segundo o TRE, é superior ao de São Paulo (668) e ao de Minas Gerais (632), estados que, depois de Pernambuco, têm o maior número de registros no Pardal.

Esses estados também são os que têm mais eleitores em todo o Brasil. Juntas, essas unidades da Federação somam quase um terço do eleitorado brasileiro.

O TRE também informou que a maioria das denúncias é sobre o Recife, que tem 382 casos. Em seguida, vêm o Cabo de Santo Agostinho, com 72 registros; Jaboatão dos Guararapes, com 56; Olinda, que concentra 39 casos; e Caruaru, no Agreste, que acumula 34 ocorrências.

Qualquer pessoa pode usar o Pardal para fazer denúncias. Na ocorrência, é preciso informar o nome e o CPF do denunciante, além de elementos que indiquem a existência do fato, como vídeos, fotos ou áudios.

Todos os dados são confidenciais. Em caso de má-fé, o usuário responderá pelo ato e ficará sujeito a penalidades.

Casos

No sábado (3), mais de 300 bandeiras e bases de cimento para colocar propaganda política foram apreendidas pelo tribunal, no Recife. O material estava nas avenidas Recife e Abdias de carvalho, na Zona Oeste da capital.

No dia 30 de agosto, 180 bandeiras de candidatos e partidos políticos foram recolhidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo a corporação, a propaganda estava na BR-408, em Carpina, na Zona da Mata Norte do estado.

No dia 28 do mesmo mês, 170 bases de concreto para fixação de bandeiras foram apreendidas pelo TRE, no Recife.

Em 18 de agosto, 50 bases de concreto com bandeiras afixadas com propagandas eleitorais foram recolhidas em San Martin, na Zona Oeste do Recife. Os materiais estavam abandonados na Praça da Chesf.


Por g1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Justiça Eleitoral altera locais das secções do Teatro Municipal, AABB e Evany Patriota Cordeiro nas eleições deste ano

  Os eleitores santa-cruzenses que votam nas secções que fazem parte da Escola Evany Patriota Cordeiro (59, 60, 63, 68 e 72), na AABB (123, ...

Matérias mais vistas