Páginas

sexta-feira, 4 de novembro de 2022

BLOQUEIOS NAS ESTRADAS: Polícia Rodoviária Federal (PRF), afirma que não há mais bloqueios de rodovias em Pernambuco

 

PRF desobstrui o último ponto de bloqueio de manifestantes contrários ao resultado das Eleições 2022 em Pernambuco, na BR-104, em Taquaritinga do Norte, no Agreste - FOTO: PRF/DIVULGAÇÃO

Quase 72 horas depois do início dos bloqueios de estradas pelo país por apoiadores do presidente Bolsonaro (PL), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que Pernambuco não tem mais rodovias federais bloqueadas.

Há, ainda, dois pontos com manifestantes concentrados e que têm provocado retenções no trânsito das áreas, mas sem o fechamento ou a interdição – mesmo que parcial – das rodovias federais.

Os dois pontos ficam no Grande Recife e no interior do Estado: na BR-232, em frente ao Comando Militar do Nordeste (CMNE), no Curado, Zona Oeste do Recife, e no Km 92 da BR-423, em Garanhuns, no Agreste.

O Estado chegou a dez pontos de bloqueios e de interdição parcial por manifestantes. Mas nesta quarta-feira (2/11), o último ponto de interdição foi liberado, após mais de 40 horas de bloqueio realizado por manifestantes: Km 22 da BR 104, em Taquaritinga do Norte, no Agreste de Pernambuco.

PRF desobstrui o último ponto de bloqueio de manifestantes contrários ao resultado das Eleições 2022 em Pernambuco, na BR-104, em Taquaritinga do Norte, no Agreste - PRF/DIVULGAÇÃO

A liberação aconteceu por volta das 17h e foi uma ação realizada pela PRF com o apoio da Polícia Federal e da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS). O envolvimento das forças federais e estaduais já tinha sido determinado pelo STF e TSE.

PRISÃO DE ORGANIZADOR DE BLOQUEIOS

Um suspeito de liderar a manifestação foi identificado e encaminhado à Delegacia de Polícia Federal em Caruaru. O suspeito poderá ser multado em R$ 17 mil, como prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Segundo a PRF, foi necessário usar a tropa de choque da corporação para liberar a BR-104. “Após esgotados todos os meios de negociação e diante da insistência dos manifestantes em permanecer bloqueando a rodovia, a utilização da tropa de choque da PRF foi necessária para garantir a liberação do trecho. A ação obedeceu aos protocolos de segurança da instituição e não foram registrados feridos na ação”.

BALANÇO NACIONAL

O total de pontos de interdições e bloqueios nas rodovias federais caiu para 145, de acordo com informação atualizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) às 16h32 desta quarta-feira (2). O último boletim havia sido publicado duas horas antes e apontava um total de 159 ocorrências.

Manifestantes pró-Bolsonaro fazem saudação nazista em Santa Catarina; veja

As informações estão sendo divulgadas pela PRF em sua conta no Twitter. O dado abrange apenas as ocorrências nas estradas federais, sem contabilizar casos de vias estaduais e municipais.

A corporação informou que foram desfeitas mais 21 manifestações nas últimas horas, chegando a um total de 688 cessadas. Metade das dispersões nesse período ocorreu em Santa Catarina, Estado em que há mais protestos (eram 34 no meio da tarde).

PRF apreende veículos durante bloqueios em rodovias de Pernambuco - PRF/DIVULGAÇÃO

Os dados da PRF mostram que há interdições e bloqueios em rodovias federais de 16 Estados. Depois de Santa Catarina, a maioria das ocorrência está em Mato Grosso (31), Paraná (21), Pará (13) e Rondônia (12). O Estado de São Paulo tem dois pontos de interdição, e Minas Gerais, sete.

Estradas Bloqueadas: BR-232, em Caruaru, no Agreste, tem liberação total

MULTAS GRAVÍSSIMAS E CARAS

As pessoas que estão envolvidas com os bloqueios de rodovias pelo País podem receber multas de trânsito consideradas gravíssimas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e que têm custos altíssimos. São dois tipos de infrações que podem ser cometidas com valores que chegam a R$ 17 mil.

De acordo com o Artigo 253 do CTB, a mais cara delas é para quem organiza os bloqueios. Chega a R$ 17.608,20 por cada organizador. Para aqueles que bloqueiam as rodovias, a multa prevista é de R$ 5.869,40.

As duas também preveem a apreensão e remoção do veículo. Ou seja, o condutor ainda terá que cobrir o custo de reboque e depósito dos órgãos de trânsito. Sem esquecer os 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

MULTAS JUDICIAIS DE 100 MIL REAIS

Além das multas de trânsito, os manifestantes também poderão responder judicialmente e pagar uma multa de R$ 100 mil. O valor foi estipulado em despacho do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, que também é ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Pernambuco, por exemplo, tinha reduzido de dez para três pontos de bloqueios em rodovias federais, dos quais em apenas um havia a interdição da BR, segundo a PRF. Mas no início da tarde, um grupo de manifestantes começou a protestar na rodovia PE-15, uma das mais importantes da Região Metropolitana do Recife - BETO DLC/TV JORNAL


Com informações do JC NE10 Uol

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Comerciante reage a assalto e mata suspeito a tiros no Agreste de Pernambuco

  Foto: Blog Ney Lima Um comerciante reagiu a um assalto e matou um dos suspeitos de tentar assaltar seu estabelecimento comercial na manhã ...

Matérias mais vistas