Páginas

quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Em plenária com Danilo e o time de Lula, João Campos declara: “Cuidar da saúde não é para aventureiro”

 “Por isso que quero pedir esse alinhamento político, votando em Lula, Danilo e Teresa e nos deputados e deputadas que vão ter compromisso com a saúde pública”, disse João Campos.

Em uma plenária formada por profissionais de diversas categorias da saúde com o candidato a governador Danilo Cabral, o prefeito do Recife, João Campos, defendeu, na noite desta terça-feira (13), o Sistema Único de Saúde (SUS) e reforçou a necessidade de derrotar o governo Jair Bolsonaro nesta eleição. O gestor recifense lembrou os boicotes empreendidos pelo presidente da República para sabotar e tentar privatizar o SUS, sobretudo durante a pandemia da Covid-19, levando à morte quase 700 mil pessoas e prejudicando os mais vulneráveis. 

João Campos destacou que, mesmo sem coordenação nacional, a capital pernambucana montou uma estratégia de vacinação da população que se tornou referência no Brasil. Ele defendeu o legado da Frente Popular no segmento e convocou os apoiadores para não por em risco todos os avanços conquistados ao longo dos últimos anos, elegendo candidato que não tem responsabilidade e preparo para governar Pernambuco. “Cuidar de saúde e cuidar do povo não é tarefa pra aventureiro ou aventureira. Tem que ter responsabilidade e saber fazer”, afirmou, arrancando apoio da plateia. 

“Essa eleição é muito importante pra todos nós, sobretudo pra quem acredita no SUS. Porque nós temos a tarefa de defender o SUS e de mostrar que o serviço público é essencial. Essa conversa de estado mínimo é pra quem não sabe o que é a vida real brasileira. O estado tem que ser eficiente e tem que ser máximo pra quem menos tem e o SUS mostrou o que é isso”, colocou o prefeito do Recife.

Ao candidato Danilo Cabral e ao público, João Campos destacou o investimento de mais de R$ 400 milhões para o fortalecimento de áreas importantes, com a reforma de 130 unidades de saúde, a recomposição de mais de 800 profissionais, a abertura de centro de parto normal com atendimento humanizado, ações de tecnologia, ampliando aquisição de medicamentos, dentre outras iniciativas.

“A tarefa de governar e de cuidar da saúde tem que ser de quem gosta de serviço e de quem sabe fazer porque se você botar um negócio desse tamanho na mão de quem não sabe fazer parece que é indestrutível, mas é assim pra destruir. A gente viu tudo que o presidente Lula construiu no Brasil, todos os programas sociais. Tudo que custou o suor de muita gente. Demorou pra fazer e num estalar de dedos a gente viu o governo Bolsonaro enfraquecer dia a dia. Da mesma forma que foi destruído no Brasil o que foi feito em Pernambuco pode estar em risco”, alertou João Campos. “Por isso que quero pedir esse alinhamento político, votando em Lula, Danilo e Teresa e nos deputados e deputadas que vão ter compromisso com a saúde pública”, finalizou o prefeito do Recife.


Foto: Marcus Mendes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Hospital de Toritama ganha novo aparelho de Raio X Digital

  Foto:Divulgação  Já começou o atendimento e o uso do novo aparelho de Raio X Digital que foi inaugurado na tarde da segunda-feira (19/09),...

Matérias mais vistas