Páginas

quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Homem suspeito de estuprar três crianças, gravar e divulgar as cenas de sexo na internet é preso

 

Suspeito teria praticado atos libidinosos com ao menos três crianças - Foto: Divulgação/PF

Um paulistano de 27 anos, suspeito de estuprar, filmar e divulgar cenas de sexo na internet com ao menos três crianças, se entregou à Polícia Federal em Pernambuco (PF/PE), no último sábado (10). O homem, que residia em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, foi alvo de uma operação contra pornografia infantil na última semana e era considerado foragido.

As investigações apontam que o suspeito, que não teve o nome divulgado, teria praticado atos libidinosos com ao menos três crianças, sendo duas delas residentes em São Paulo e a terceira, em Pernambuco, apontada como sobrinho do criminoso. As idades das vítimas não foram informadas.

De acordo com a PF, no último dia 8 de setembro, agentes deflagraram a Operação Infância Resgatada 3, com o objetivo de cumprir o mandado de prisão preventiva contra o suspeito e outros três mandados de busca e apreensão em Muribequinha, Jaboatão. Na ocasião, o homem não estava na residência, sendo necessárias diligências complementares nos dias 9 e 10 de setembro.

No dia 10, o suspeito se entregou à polícia em Timbaúba, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, e foi conduzido por policiais federais para a sede da PF, no Recife. Durante a ação, o disco rígido do computador do suspeito foi apreendido e passará por perícia técnica para análise do conteúdo.

Ainda segundo a corporação policial, a investigação foi iniciada neste ano, pelo Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos da Polícia Federal em Pernambuco, a partir da análise do banco de dados International Child Sexual Exploitation, gerenciado pela Interpol e alimentado por policiais de 61 países membros.

O preso foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife, onde ficará à disposição da Justiça Federal.

De acordo com a PF, as penas para esse tipo de crime ultrapassam os 30 anos de prisão.


Com informações da Folha PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Hospital de Toritama ganha novo aparelho de Raio X Digital

  Foto:Divulgação  Já começou o atendimento e o uso do novo aparelho de Raio X Digital que foi inaugurado na tarde da segunda-feira (19/09),...

Matérias mais vistas